CARREGANDO...

Dicas - Celular Molhado, Como Salvar?


Alguma vez você já deixou o celular cair dentro de uma pia cheia de água, ou, pior ainda... no vaso sanitário? Alguma vez você já esqueceu o aparelho no bolso de uma calça que colocou na máquina de lavar? Você já caiu (ou foi jogado) na piscina com o celular no bolso? Ele já caiu na tigela de água do seu animal de estimação? Quando seu aparelho celular fica completamente molhado, isso quase sempre significa que você precisa substituí-lo, mas às vezes, se for rápido o suficiente, você pode ser capaz de salvá-lo! Siga as etapas descritas neste artigo para tentar salvar um celular molhado.
Vamos lá Aprender

1- Retire o celular da água o mais rápido possível. Se estiver funcionando, desligue-o imediatamente. As tampas de plástico em celulares são bastante apertadas, mas a água pode entrar no mesmo em um curto período de tempo, talvez em apenas 20 segundos ou menos. Não o ligue, pois isso pode causar um curto-circuito.


2- Não entre em pânico. O celular provavelmente não estará muito danificado se você retirá-lo da água imediatamente. É preocupante quando o aparelho fica em um longo período de imersão ou na máquina de lavar roupa durante todo o ciclo de lavagem, mas ainda vale a pena tentar os seguintes passos antes de desistir completamente.
- Caso o celular esteja ligado ao carregador - que está ligado à tomada -, não tente tirá-lo da água! Ao invés disso, desligue todos os fusíveis da caixa de fusível da casa para cortar a energia elétrica. Confira se a força foi interrompida mesmo: ligue as luzes e os aparelhos eletrônicos (microondas, chuveiro, máquina de lavar, etc). Se nenhum deles acender, é porque deu certo. Agora que a energia foi cortada, você pode tirar o carregador da tomada e retirar o celular da água. É essencial desligar o fusível antes, pois se você não fizer isso e tentar tirar da tomada, pode levar um choque bem dolorido - se não fatal.
- Apesar de ser urgente retirar o celular da água, procure não entrar em pânico. Manter a calma é importante para não acabar levando um choque ou piorando ainda mais o problema.


3- Após retirar o celular da água, seque o aparelho pondo papel toalha ou panos sobre ele. Enquanto o papel ou pano absorve a água, tire a bateria. Este é um dos passos mais importantes para recuperar o celular. Muitos circuitos internos resistem à água - contanto que não estejam ligados a uma fonte de energia na hora em que entram em contato com o líquido.
- Para saber se o telefone está realmente danificado, verifique o canto, perto de onde a bateria está localizada - ali você deve ver um quadrado ou círculo branco, com ou sem linhas vermelhas. Se o quadrado/círculo apresentar uma cor rosa ou vermelha, o aparelho foi danificado pela água.
- Leia rapidamente o manual do celular caso não tenha certeza de como remover a bateria.


4- Remova o chip (cartão SIM) e o cartão de memória. Alguns ou mesmo todos os seus valiosos contatos (juntamente com outros dados) podem estar armazenados nesses dois pequenos cartões. Para muitas pessoas, salvar esses cartões é mais importante do que salvar o próprio aparelho.

- Cartões SIM sobrevivem bem a danos causados pela água, mas alguns dos passos a seguir podem danificá-lo, por isso é essencial removê-lo o mais rápido possível. Seque e deixe-o de lado até que você possa usá-lo de novo.


5- Seque o celular. Qualquer gota de água deixada no interior pode arruiná-lo, corroendo-o e causando mau contato. Obviamente, você precisa remover a maior quantidade de água o mais rápido possível. Para evitar que a água se espalhe por todos os cantos do aparelho, faça o seguinte:

- Seque gentilmente o máximo de água possível, sem deixar o celular cair. Evite agitar ou mover o aparelho em excesso, de modo a evitar que a água se espalhe.
= Seque com um pano ou toalha de papel. O ideal é tentar não obstruir as pequenas cavidades no interior do telefone com pedaços de papel molhado. Continue secando para remover o máximo do restante de água possível.
- (Opcional) - Se você retirou a bateria a tempo, limpar o interior do aparelho com álcool líquido pode resolver o problema (o álcool faz a água evaporar).


6- Use um aspirador de pó, se possível. Se você quiser tentar sugar o líquido das partes internas do celular, tente usar um aspirador de pó. Remova toda a umidade, mantendo o aspirador sobre as áreas afetadas por até 20 minutos, sugando a água de cada área acessível (reveze o tempo com um amigo, se o seu braço ficar cansado).

- Este é o método mais rápido e pode secar completamente o dispositivo, fazendo com que ele funcione em 30 minutos. No entanto, a menos que a exposição à água tenha sido extremamente curta, não é recomendável tentar ligar o celular tão rápido.
- Tenha cuidado para não deixar o aspirador muito perto do celular; ele pode criar eletricidade estática, o que é ainda pior para o aparelho.


7- Não use um secador de cabelo. Ao contrário do que muita gente pensa, não é recomendável que você use um secador de cabelo (nem mesmo no modo "frio") para secar o celular. Usar um secador pode espalhar ainda mais a umidade nos componentes pequenos e profundos dentro do mesmo - o ar do secador é muito concentrado em um ponto só. E se o ar for muito quente, ele provavelmente vai derreter os componentes.

- A umidade pode acabar sendo “empurrada” ainda mais para dentro do aparelho, podendo causar corrosão e oxidação quando os minerais da água forem depositados sobre o circuito. O uso de um secador pode ser uma solução temporária, mas isso acabará danificando os componentes internos.
- Apesar do uso do secador ser desaconselhável, o uso de um aquecedor, ventilador ou outro aparelho que mova o ar para soprar ar através das pequenas cavidades pode funcionar. O princípio de Bernoulli diz que, como o ar quente e seco se desloca rapidamente sobre as aberturas no interior do telefone, a pressão diminuída do ar vai puxar ou sugar o ar úmido para fora. A melhor parte desta opção é que você pode deixar um celular na frente de um ventilador por horas a fio sem fazer qualquer esforço.


8- Utilizar uma substância com alta capacidade de absorção pode ajudar a extrair a umidade. Deixe o aparelho em uma tigela ou saco hermeticamente fechado com arroz cru durante a noite. O arroz irá absorver a umidade restante.

- Se puder, é preferível utilizar um agente dessecante (aqueles potinhos de sílica encontrados frequentemente dentro de frascos de medicamentos, multivitamínicos, calçados, etc). Ele absorve a umidade melhor do que arroz. Coloque uns pacotinhos de dessecante junto com o aparelho dentro de um saco de plástico ou um recipiente de plástico que possa ser hermeticamente fechado. Deixe o telefone no saco ou recipiente o maior tempo possível (durante a noite) para que a umidade seja absorvida. Se preferir sílica gel “fresca” (ou seja, com maior poder de absorção), pode-se comprá-la no Mercado Livre. É possível também que você as obtenha em farmácias de manipulação, pois estas as utilizam em seus medicamentos.
- De hora em hora, vire o celular em posições diferentes (mas sem sacudi-lo) até você ir dormir. Isso permitirá que qualquer resto de água dentro do mesmo encontre uma abertura para escoar.


9- Deixe o aparelho descansar em uma toalha absorvente, lenços ou outros tipos de papel. Após removê-lo do arroz ou de outro agente dessecante, ponha-o sobre um material absorvente. Lembre-se de que o objetivo é evacuar toda a umidade do aparelho.
- Verifique o arroz ou a sílica gel de hora em hora, durante 4 a 6 horas. Se a umidade for evidente, repita o método que usa o aspirador de pó e a sílica gel ou arroz.


10 -Teste o aparelho. Depois de ter esperado pelo menos 24 horas, ou mais, se possível, verifique se todas as partes do seu telefone celular estão limpas e aparentemente secas (incluindo frestas, saídas para periféricos e compartimentos). Volte a colocar a bateria no telefone. Tente ligá-lo.


11- Se mesmo assim o celular não funcionar, tente colocá-lo no carregador sem a bateria. Se ele ligar, é porque você precisa trocar a bateria.


12- Se você seguiu o passo acima e ainda assim o celular não liga, é melhor levá-lo a um revendedor autorizado. Às vezes, eles podem consertá-lo. Não tente esconder o fato de que o aparelho foi molhado - há indicadores internos que mostram a umidade e os revendedores estarão mais propensos a ajudar se você explicar exatamente o que aconteceu.



13 - A menos que você tenha qualificação técnica para desmontar o celular, nunca faça isso por conta própria. Você pode acabar levando um choque ou sendo exposto a componentes químicos tóxicos. Deixe esse trabalho para um técnico especializado.
Se o aparelho está ligando mas ainda está agindo de forma estranha depois de ter secado, é provável que ainda haja umidade, ou que a corrosão já tenha ocorrido. Desmontar e fazer limpeza com uma escova de dentes pode muitas vezes corrigir isso facilmente e rapidamente.


14 - Compre uma capa protetora para o celular. Ela aumentará a proteção contra quedas. Para aparelhos touchscreen, uma película protetora é essencial!


Espero Ter Ajudado...

Créditos: WkiHow

OUTRAS DICAS 5269426820124509519

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item